Câmara Municipal homenageou Bombeiros Voluntários de Estarreja

Discurso do Comandante Joaquim Rebelo

É com um sentimento de honra, satisfação e humildade que os Bombeiros de Estarreja recebem esta homenagem.

Todo o corpo ativo desta corporação se disponibilizou desde a primeira hora para dar o melhor de si nestes tempos de luta contra uma pandemia que a todos apanhou de surpresa, um vírus desconhecido e altamente contagioso que não perguntou se estávamos prontos a responder de forma capaz. Mas é nossa missão proteger pessoas e bens e para que o possamos fazer com prontidão e profissionalismo teremos que estar preparados e sempre disponíveis para uma aprendizagem rápida e capacidade de adaptação às situações que possam surgir. Só assim poderemos responder com prontidão, coragem e empenho às necessidades que nos são impostas.

Este problema pandémico da COVID19 obrigou-nos a adotar um Plano de Contingência que nos permitisse proteger e resguardar os operacionais no terreno. Restringimos a equipa a 14 bombeiros, 24 sobre 24 horas, durante sete dias em que só se saia do quartel para dar resposta às ocorrências de serviço.

O desconhecimento da situação obrigou-nos a receber formação específica sobre os cuidados a ter no contato e transporte de pessoas suspeitas de contaminação por COVID19. É claro que no início não foi fácil. Mesmo equipados com o material de proteção pessoal adequado, havia algum receio por não sabermos com o que estávamos a lidar e ainda hoje muito há para conhecer sobre este vírus e as suas formas de contágio.

Por outro lado, tivemos que lidar com situações tendencialmente dúbias porque nem sempre as pessoas que socorríamos nos expunham toda a verdade relativamente aos sintomas que apresentavam nem ao contato com terceiros a que tinham estado expostos. Isto obrigava-nos a sair para qualquer serviço com a proteção adequada ao pior cenário.

Lembro-me de um caso de resposta a uma doença súbita de uma criança de 8 anos em que na primeira abordagem a mãe apenas referiu sintomas de má disposição, sem febre ou outros indicativos de contágio por COVID19 e só na ambulância, durante o transporte para o hospital nos disse que a criança tinha estado em contato com alguém que testou positivo.

Este episódio serve apenas para vos dar conta dos riscos a que estávamos e continuamos expostos porque o problema ainda não acabou!

Insisti desde cedo na elaboração de testes a toda a corporação para que os operacionais pudessem atuar com segurança e com a certeza de que não estavam também eles contaminados e a serem agentes de propagação de um vírus que continuamos a combater.

Este é também o momento de agradecer a todos os que nos apoiaram desde o primeiro dia com o fornecimento de material de proteção individual que passámos a consumir em grande escala e que depressa desapareceu do mercado.

Agradecemos às empresas, às associações, aos grupos informais de cidadãos que se formaram para dar resposta a necessidades vária, às pessoas particulares, à Câmara Municipal. Graças a todos eles, nunca nos faltaram meios de proteção para sairmos em segurança e não teria sido assim se efetivamente tivéssemos contado apenas com a ajuda das entidades oficiais, pois essa ajuda não foi a primeira a chegar.

Manifesto o nosso reconhecimento pelo empenho de uma comunidade que se uniu para melhor se proteger. Continuamos atentos e a manter os devidos cuidados, pois o vírus ainda não está erradicado.

Contem connosco!

Contem com os Bombeiros Voluntários de Estarreja!

Obrigado!

Sexta, 26 de Junho, 2020